terça-feira, 27 de dezembro de 2011

o ano que vem

não quero comemorar o ano que vem
eu quero é despedir-me arrogantemente do que vai
dilacerante
esse ano que só foi de minúsculas, rugas e licenças
do novo eu quero a incerteza

não quero comemorar o ano que vem
dele quero a incompletude
só o farei quando acabar, quando tiver a certeza de que foi
ao contrário do outro, lancinante
esse ano que ficou, que fincou, explodiu

não quero comemorar o ano que vem
dele quero a rebeldia
só o farei quando estiver sóbrio, jovem, nobre e protagonista
indiferente
esse ano cinzento, cafona e altruísta, um delinquente

não quero comemorar o ano que vem
dele quero despir-me, do agora
vejo tantos querendo o mesmo, ferozmente, livrai-nos desses trapos
e que sejamos viris
esse ano bege, blue, careta, sem muitos anis

não quero comemorar o ano que vem
eu quero é que venha com paz, e não que eu queira demais
sagaz
mas que fique pra trás, e que eu seja voraz, e pra sempre capaz
esse ano que esvai, sem pensar em voltar

4 comentários:

  1. Leonardo, Léo, Leozinho, Léleo:
    Meu Diretor, meu parceiro, meu amigo.
    Último dia de um ano de trabalho, indireto ou diretamente, e eu passando pra deixar um beijo, um queijo! E pra agradecer pela oportunidade, pela confiança, pela amizade que se constrói a cada dia. Admiro muito não só o chefe, mas também o homem e amigo. Feliz ano novo, querido! Que 2012 seja lindo, seja leve, seja solto!

    Hoje conheci uma música de um cara que eu admiro muito: Renato Motha. Grande artista, grande poeta. Não conhecia esta música e quando ouvi, só consegui pensar em você! Te dedico, bunitinho! Beijos!

    Todo vazio, todo repleto
    Todo tão simples, todo complexo
    Todo conexo
    Todo inexplicável
    Todo concreto, todo conceito
    Todo projeto, todo desfeito
    Todo imperfeito
    Todo irretocável
    Todo partido, todo unidade
    Todo inteiro, todo metade
    Todo trindade
    Todo indivisível
    Todo distinto, todo diverso
    Todo adjunto, todo adverso
    Todo universo
    Todo irreversível
    Todo absurdo, todo direito
    Todo objeto, todo sujeito
    Todo sem jeito
    Todo irremediável
    Todo possível, todo improvável
    Todo oscilante, todo estável
    Todo imutável
    Todo ziguezagueante
    Todo avesso, todo expresso
    Todo excesso, todo exceto
    Todo incompleto
    Todo interminável
    Todo pequeno, todo crescente
    Todo imenso, todo semente
    Todo somente
    Todo inesgotável

    http://www.youtube.com/watch?v=jmBWnwiXG4E&feature=related

    ResponderExcluir
  2. Num fala assim naum, porque se eu tiver assinaturas suas pra pegar, não vou ter coragem de passar na sua sala! hahahaha... Vou colocar o manto da invisibilidade! Rola uma timidez ao vivo. Hehehe... Beijo!

    ResponderExcluir